quinta-feira, agosto 21, 2014

Também, estou muito feliz com os amigos participando de nossa campanha de crowndfunding para meu novo CD, Poema Maldito. Nós organizamos a colaboração do leit@r em diversas cotas. O ideal seria que cada um pudesse escolher a cota-recompensa que lhe aproivesse, quer dizer, que cada qual pudesse montar seu próprio quite, mas o João me explicou que não há condições tecnicas pra isso ainda. Então, montamos as recompensas do melhor jeito que conseguimos e o meu silencioso leit@r poderá escolher entre os meus livros, os meus outros discos, As Vizinhas de Trás, tudo.
Veja: http://variavel5.com.br/projetos/poemamaldito/

terça-feira, agosto 19, 2014

O Poema Maldito é o meu quarto disco, leit@r, e estou muito feliz com ele.

Depois do Cinema Íris, disco que fiz com os maravilhosos Paulo Baiano e Marcos Sacramento - O Baiano é também produtor do Lua Singela - achava que tinha chegado a um final, porque mesmo que as músicas apareçam pra mim e mesmo que elas tenham a sua própria força, quer dizer,todo mundo sabe que elas são independentes, têm vida própria e tal. Mas eu achava que o Cinema Íris era um fim, tinha essa impressão comigo mesmo. Mas, aí, foi se formando o embrião do Poema Maldito

É como o que eu sinto com relação à minha mudança pra o apartamento em que estou agora. Eu sabia que tudo era um movimento meu, só que depois de um certo momento, a coisa tomou força e forma, de modo que a impressão era a de que eu estava sendo levado por ela. Não era mais eu quem tinha querido mudar, mas a mudança é que me puxava pra nova casa.

O que quero dizer, é que a impressão agora é a de que não sou eu quem quero parir o Poema Maldito, mas é ele que quer vir à luz, silenciosos leit@res!

É um parto difícil, e ele tem tido sorte. Já chegaram parteiros, mas o bichano pede mais, pra sair total do buraco em que foi gerado.

O Frederico fez uma matéria linda n'O Globo, que explica sua geração e dá link pra plataforma de parto, a Variável 5. Já colocaram a mão na massa os parteiros Pedro, Tive, Klaudia, Marília, Gabriel, Bob, Guilherme, Shiraga, mas o maldito pede mais pra vir chorar em nossos ouvidos.

Também não esqueço do Rafael, Felipe, João, Ruth, pré-parteiros, pós-parteiros, os parceiros e parteiros todos e, porque o tempo não pára, chegou a hora do texto, eu e o Poema Maldito pedir apoio, muito apoio.

O link é esse, silencioso Leit@r:
- http://variavel5.com.br/projetos/poemamaldito/

segunda-feira, agosto 18, 2014

No sábado, houve duas festas nos morros que formam meu vale. Uma de um lado, outra no outro. Eu, que moro no meio delas, as ouvia a entrar uma por dentro d' outra, os ecos todos entrando uns por dentro d'outros e no céu da madrugada era um redemoinho de som muito lindo, psicodélico, suave e definido como uma tela de Van Gogh.

Assim:
E para os que desejam apoiar nosso projeto de crowndfunding para o Poema maldito:
 

domingo, agosto 17, 2014

Ontem, recebi a visita do pernambucano Sinval, que de visita ao Rio, quis presentear uma amiga querida com uma de minh'As Vizinhas de Trás". Foi uma alegria pra mim, leit@r!
Também a Carol, inspirada nelas, fez essas canecas de roça muito lindas!
Veja:

E não posso deixar de lembrar ao meu silencioso leit@r do crownd do Poema:

sexta-feira, agosto 15, 2014



Das músicas do Poema Maldito - que ainda não masterizamos - a de que o Pedro gostou primeiro é “Meu Bem”. Então, ele publicou ela no youtube. E como abrimos o “crownd...” precisamos, silencioso leit@res, falar da campanha durante todo esse mês para que os amigos e amigos de amigos, possam e queiram apoiar nossa investida.

Esse negócio de crowndfunding e de internet é meio hippie mesmo, mas não podemos nos deixar ser tão platônicos. O troço é real, não é ou não é ou não é.

Então, a Variável 5 ta fazendo funcionar a sua participação do modo que melhor lhe caiba no bolso. Fiquei muito feliz que as primeiras participações. Tem Mamãe me adora encomendado,  Lua Singela, Ovo, e até um”A Vizinha de Trás” querida.

Veja:


Yahhhhhhhhhhhhhhhh!

quinta-feira, agosto 14, 2014